segunda-feira, 20 de abril de 2015

Trabalhando ZD8N

Gravação de ZD8N - Ascencion Island:


quarta-feira, 15 de abril de 2015

Operação Ilegal da "Faixinha"

A "Faixinha", como é conhecida, é um espaço de freqüências situado entre 6900 e 7000kHz. A "Faixinha" situa-se logo abaixo da faixa dos 40m (7000-7300kHz), destinada ao Radioamadorismo.

Segundo o PDFF (Plano de Destinação de Faixas de Freqüências) da ANATEL, o seu uso é destinado para os serviços:

  • Serviço Limitado Privado (SLP);
  • Serviço Telefônico Fixo Comutado (STFC).

Infelizmente, a "Faixinha" está tomada por operadores ilegais. É muito comum ouvir conversações entre operadores ilegais em qualquer hora do dia.


Nenhum fabricante de transceptores para Radioamadorismo habilita equipamentos para operar na "Faixinha". Os operadores ilegais utilizam equipamentos para Faixa do Cidadão modificados ou com a adição de transverters, na maioria das vezes.


Não sejamos ingênuos. A "Faixinha" também é utilizada por Radioamadores. Como os Radioamadores Classe "C" não têm o privilégio de utilizar a faixa dos 40m para fonia, alguns Radioamadores se acham no direito de fazer o uso ilegal da "Faixinha". Também é possível encontrar Radioamadores de Classes "B" e "A" fazendo este uso ilegal.


Prezado colega Radioamador que faz uso ilegal da "Faixinha", pare agora de fazer isso! Além de ser crime, esta prática mancha o nome de toda a Comunidade Radioamadorística brasileira. A ANATEL pode estar lhe ouvindo e você sofrerá a punição prevista na Lei Geral das Telecomunicações que prevê reclusão de 2 a 4 anos!

Segue um video mostrando a operação ilegal na "Faixinha" por algum clandestino:







Para saber mais: 

Faixas de freqüências destinadas ao Radioamadorismo no Brasil (Wikipedia)
O que é Faixa do Cidadão? (Wikipedia)
Tranverters (Wikipedia, em inglês)
Zamin Indústria Eletrônica
(Fabricante de Transverters)
Consulta ao PDFF (Plano de Destinação de Faixas de Freqüências, site da ANATEL)



terça-feira, 14 de abril de 2015

Curso de Antenas em Porto Alegre, dias 4 e 5 de Julho - GRATUITO!

A LABRE-RS está promovendo um Curso de Antenas nos dias 4 e 5 de Julho de 2015, em Porto Alegre.  O evento será realizado no Plenarinho da Assembléia Legislativa, no centro da capital gaúcha.

A inscrição gratuita pode ser feita através dos telefones (51) 3368-3972 e (51) 9957-8921 no horário da tarde ou pelo e-mail labre-rs@labre-rs.com.br

Abaixo, segue o folder da programação. Clique na imagem para ampliá-la.


     

sábado, 11 de abril de 2015

LABRE-RS | A Palavra da diretoria | QTC de 21 de Março de 2015

Segue abaixo a gravação da leitura do QTC da LABRE-RS do dia 21 de Março de 2015. 

Atentar para o texto introdutório "A Palavra da Diretoria" que versa sobre a má utilização das faixas destinadas ao Radioamadorismo e a transmissão clandestina.

O texto começa a ser lido aos 13 min e 38s.




http://youtu.be/0LpOvBkj5aY?t=13m39s 
 
 
 

sábado, 14 de março de 2015

YJ0X - Vanuatu

Hoje pela manhã fui até a agência dos Correios buscar a correspondência que é enviada para a minha caixa postal. O esperado cartão QSL de YJ0X, estação da ilha de Vanuatu estava entre a correspondência. 

A comemoração de ter recebido a confirmação de ter feito contato com a entidade cessou quando eu soube, através de um telejornal, que um ciclone havia devastado a ilha na noite anterior.

Eu espero que a população de Vanuatu não tenha sofrido muito e que possa rapidamente reconstruir o que foi perdido 


Cartão QSL de YJ0X




Segue um video de como ficou a ilha de Vanuatu após a passagem do ciclone:







Ciclone 'Pam' assola ilha Vanuatu

Publicado no site G1:
O ciclone tropial "Pam" atingiu neste sábado (14) a à ilha de Vanuatu, localizada no pacífico Sul, próxima à Austrália, deixando mortos e muitos danos. O ciclone é um dos mais potentes registrados na região.

Um balanço provisório da ONU, ainda não confirmado, cita a possibilidade de 44 mortes, de acordo com a agência AFP. A Reuters cita possíveis "dezenas de mortos" de fontes ainda não oficiais. Até o momento se confirmou a morte de seis pessoas em Port-Vila, a capital da ilha e, segundo autoridades locais, 80% das casas ficaram danificadas, segundo a "Rádio New Zealand".

O ciclone cruzou a principal ilha de Vanuatu, onde vivem 65 mil pessoas, além de várias ilhas ao sul, com cerca de 33 mil habitantes.

"Ainda é muito cedo para afirmar com certeza, as primeiras informações indicam que esta catástrofe natural pode ser uma das piores na história do Pacífico", afirmou a diretora executiva do Unicef na Nova Zelândia, Vivien Maidaborn.
  •  
  •  
Destruição da ilha de Vanuatu após a passagem do ciclone Pam (Foto: REUTERS/UNICEF Pacific/Handout)Destruição da ilha de Vanuatu após a passagem do ciclone Pam (Foto: REUTERS/UNICEF Pacific/Handout)

O balanço exato dos danos ainda é desconhecido, em consequência das limitadas comunicações na região após a passagem do ciclone, que atingiu a categoria cinco, a máxima para este tipo de tempestade, com ventos de até 320 km/h, de acordo com a AFP.

"O cenário nesta manhã é de absoluta desolação, as casas estão destruídas, as árvores derrubadas, as estradas estão bloqueadas e as pessoas caminham pelas ruas em busca de ajuda", disse o voluntário Tom Skirrow, da organização Save the Children, na capital de Vanuatu, Port Vila.

Na sexta-feira (13), autoridades do país haviam ordenado o fechamento de escolas, mercados e escritórios governamentais e pedido às pessoas evitassem se aproximar dos rios.

De acordo com várias organizações humanitárias, a capital Port-Vila teria sofrido uma "destruição completa" com a passagem do ciclone, que varreu o arquipélago com ventos de até 340 km/h, segundo a emissora australiana "ABC".

O porta-voz do Escritório Nacional de Gestão de Desastres, Mishaen Lulu Garae, disse a Rádio "New Zealand" que o ciclone destruiu casas, prédios públicos e várias infraestruturas, inclusive parte do principal hospital, em Port-Vila, onde vivem 40 mil pessoas.
  •  
Passagem de ciclone por Vanuatu deixa mortos (Foto: Reuters/Unicef Pacific)Passagem de ciclone por Vanuatu deixa mortos (Foto: Reuters/Unicef Pacific)

Após afetar a região norte e central de Vanuatu, Pam estava a cerca de 175 quilômetros ao sul de Tanna, no sul do arquipélago, à meia-noite, e se deslocava cerca de 32 km /h para o sul, segundo o serviço meteorológico de Vanuatu.

Charlie Damon, da organização Care International, afirmou à AFP que prédios ficaram destruídos e que muitas pessoas buscaram refúgio nos abrigos, que ficaram inundados, o que deixou muitas vítimas nas ruas.

De acordo com a Cruz Vermelha, na região sul do arquipélago os moradores buscaram refúgio em cavernas e outras áreas naturais.

"Estamos muito preocupados com a segurança e o bem-estar de dezenas de milhares de pessoas após a passagem de um dos ciclones mais intensos a atingir na história qualquer país do Pacífico", disse o diretor dos programas de ajuda internacional da Cruz Vermelha na Austrália, Peter Walton.


Presidente pede solidariedade após ciclone


O presidente de Vanuatu pediu neste sábado ações de solidariedade internacional depois que o ciclone varreu seu arquipélago.

"Faço um apelo em nome do governo e do povo de Vanuatu à comunidade internacional para que nos dê sua ajuda para fazermos frente a esta calamidade", declarou Baldwin Lonsdale, em um discurso durante a conferência das Nações Unidas sobre Prevenção de Desastres Naturais realizada na localidade japonesa de Sendai.

Moradores caminham entre escombros em Vanuatu, no Pacífico Sul, após destruição pelo ciclone Pam (Foto: REUTERS/UNICEF Pacific/Handout via Reuters)Morador caminha entre escombros em Vanuatu, no Pacífico Sul, após destruição pelo ciclone Pam (Foto: REUTERS/UNICEF Pacific/Handout via Reuters)

Moradores observam a destruição em Port Vila,  capital da ilha de Vanuatu, após a passagem de 7um ciclone neste sábado (14) (Foto: REUTERS/UNICEF Pacific/Handout via Reuters)Moradores observam a destruição em Port Vila, capital da ilha de Vanuatu, após a passagem de um ciclone neste sábado (14) (Foto: REUTERS/UNICEF Pacific/Handout via Reuters)


pam_amo_2015072



cyclone_pam_NOAA_w--(None)_LRG








sábado, 21 de fevereiro de 2015

Pagamento da Taxa de Fiscalização de Funcionamento (TFF)

E-mail recebido sobre o pagamento das taxas relativas ao serviço de Radioamador e Faixa do Cidadão:


Prezados Contribuintes e Representantes,

A Agência Nacional de Telecomunicações - Anatel comunica aos outorgados de serviços de telecomunicações que os boletos bancários para pagamento da Taxa de Fiscalização de Funcionamento (TFF) e da Contribuição para o Fomento da Radiodifusão Pública (CFRP), com vencimento em 31/03/2015, estão disponíveis para impressão no sítio eletrônico da Agência.

A Anatel ressalta que não enviará os boletos pelos Correios, devendo o contribuinte proceder à retirada tão somente pelo sítio da Agência. Para imprimir os boletos, acesse o link a seguir: sistemas.anatel.gov.br/boleto

A impressão das guias de pagamento não requer cadastramento, bastando apenas o contribuinte informar o CPF ou CNPJ e o número do Fistel correspondente. 
O número do Fistel é um código numérico composto de onze dígitos que identifica a autorização que o usuário possui para determinado serviço. Assim, cada outorga, equivalerá a um número de Fistel. 


Esse código pode ser encontrado nos seguintes documentos: 

1. Boletos Bancários antigos 
Verificar os campos Nosso Número (Fistel) ou Número Referência (NRO) ou, ainda, o campo Mensagem

2. Notificações/Comunicado de Lançamentos 
Verificar o cabeçalho ou o verso das notificações.  
Informações adicionais podem ser solicitadas à Central de Atendimento, pelo telefone 1331, ou no Sistema de Suporte do Atendimento aos Usuários disponibilizado no sítio focus.anatel.gov.br/focus 

Caso não possua mais outorga de um serviço licenciado pela Anatel, ou já tenha efetuado o pagamento dos tributos, favor desconsiderar essa mensagem.

Atenciosamente, 
Gerência de Finanças, Orçamento e Arrecadação – AFFO
Agência Nacional de Telecomunicações - Anatel




sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Certificado de Apoiador da LABRE-RS

Eu quero agradecer a LABRE-RS pelo recebimento do Certificado de Apoiador da LABRE-RS. 

Sinto-me muito honrado em poder participar das atividades da entidade que representa todos os Radioamadores brasileiros.




sexta-feira, 21 de novembro de 2014

URGENTE: LABRE em atuação no Senado Federal

A LABRE está acompanhando os trâmites referentes ao Projeto de Lei PLS-293/2012, a chamada “Lei das Antenas”.

Embora seu objetivo principal seja conferir maior celeridade e organização nas instalações urbanas de ERBs, esta nova regulamentação imporá de maneira generalista obrigações que não se adequam plenamente a alguns serviços como o Radioamadorismo.

Plenário do Senado durante sessão deliberativa ordinária.


O projeto passou em regime de urgência na Comissão de Ciência e Tecnologia em seu formato original e seguiu para votação, também em regime de urgência, no Senado Federal.

A LABRE Federal enviou comunicação todos senadores, defendendo que o Radioamadorismo esteja elencado entre as exceções do PLS-293/2012. Várias estaduais da LABRE também acionaram os senadores dos respectivos estados e os próprios radioamadores enviaram literalmente milhares de mensagens para os senadores.

Destacaram-se até o momento respostas das assessorias e senadores Gim Argelo (PTB-DF), Eduardo Matarazzo Suplicy (PT-SP), Eunício de Oliveira (PMDB-CE), Walter Pinheiro (PT-BA), Marcelo Crivella (PRB-RJ) e Maria do Carmo Alves (DEM-SE). Muitos outros senadores estão cientes da causa e poderão atuar de maneira que o PLS não prejudique os radioamadores.

Nesta semana representantes da LABRE Federal e do grupo de Gestão e Defesa Espectral (GDE) tiveram audiência com o senador Gim Argelo e acompanharam os debates nas sessões plenárias do Senado, com apoio da LABRE/SP.


Representantes da LABRE junto com o senador Gim Argelo, 
após audiência para tratar do PLS-293/2012


As negociações, tramitações e mesmo votações sofreram seguidos atrasos nas últimas semanas devido a CPMI da Petrobras e modificações na Lei de Diretrizes Orçamentárias, temas candentes que têm mobilizado os parlamentares tanto da situação como da oposição. Outras discussões pontuais a respeito do PLS também retardaram a votação. A perspectiva de retorno do tema na ordem do dia durante a semana que vem.

Desta maneira está mantido o convite para que os radioamadores enviem comunicações aos seus senadores. No link abaixo são encontrados modelos de e-mails e textos explicativos, com os respectivos endereços de e-mail dos parlamentares.


Participe! Defenda o radioamadorismo brasileiro e seja um associado LABRE!


Fonte:
GDE/LABRE - http://radioamadores.org/news/news-2014/news-2014-33.htm



 

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

URGENTE! Senado Federal votará nova Lei das Antenas

O Senado Federal programou para o dia 18/11/2014 votação durante sessão ordinária do PLS-293/2012, chamada pela imprensa especializada de "Lei da Antena". 

Esta nova regulamentação imporá de maneira generalista obrigações que não se adequam a alguns serviços como o Radioamadorismo. Na prática ela poderá ampliar restrições quanto instalação de antenas. 

O projeto passou em regime de urgência na Comissão de Ciência e Tecnologia em seu formato original e seguiu para votação, também em regime de absoluta urgência, no Senado Federal.

A LABRE Federal esta semana entrou contato com vários senadores, defendendo que o Radioamadorismo esteja elencado entre as exceções do PLS-293/2012, e conclama as LABREs Estaduais, as demais associações de rádio e os próprios radioamadores individualmente agirem, entrando respeitosamente em contato com os senadores seja por e-mail ou telefone, ressonando a mesma causa.

Para tanto oferecemos os modelos de comunicação que seguem logo abaixo. Eles são apenas modelos, os radioamadores individualmente têm liberdade para adequá-los às suas redações, no entanto é importante que o pleito específico (a inclusão do Serviço de Radioamador entre as exceções do PLS-293/2012) conste na sua comunicação. 

Importante: nos modelos onde estiver grafado em vermelho, altere para os dados pertinentes (nome do senador, seu nome, seu indicativo, etc).

Também nos links abaixo consta um anexo, elaborado com auxílio do GDE, onde são postas algumas razões técnicas e jurídicas para que o radioamadorismo conste entre as excessões. O documento tem sido utilizado nas comunicações da LABRE. 



Modelos de comunicações individuais
 
A
Não se esqueça de substituir o que estiver grafado em vermelho
com os dados pertinentes!
A
Modelo de comunicação institucional LABRE
(LABREs estaduais favor solicitar modelo na Lista Conselho)
A
Anexo com as fundamentações
A
Anexo 1 (.pdf)
A
Para onde enviar minha manifestação?
A
A
(Para "copy and paste" no campo de endereços e envio de uma mensagem para vários senadores ao mesmo tempo)